GETSET

NO DRAMA

Será uma odisseia aprender inglês depois de adulto?

Navegando pela internet você se depara com aquela vaga incrível de emprego. Ela simplesmente é a sua cara. Mas antes de enviar o currículo decidiu ler tudo. Foi quando surgiu um problema: uma qualificação obrigatória chamada “proficiência em inglês”. E desistiu de candidatar-se.

Esse é o drama de muitos brasileiros adultos que, na maioria das vezes, cresceu ouvindo aquele ditado inglês “you can’t teach an old dog new tricks”, você não pode ensinar truques novos a um cachorro velho. Mas, graças à neurociência, podemos abortar esse provérbio das nossas vidas! Pesquisas publicadas na década de 60 mostram que o cérebro humano é uma estrutura altamente dinâmica. Isso significa que ele está ali, prontinho a dar resposta às novas experiências que o submetermos.

E por onde começar? Veja alguns passos para iniciar essa jornada.

Acredite em você

Sim! Também existem facilidades em aprender inglês quando adulto. Um adulto, na maioria das vezes, sabe muito mais palavras que um adolescente, por exemplo. Isso facilita na hora de ampliar o vocabulário em inglês. Ponto positivo! Nada é impossível. Com foco, disciplina e paciência é possível sim aprender uma segunda língua.

Seja realista

Analise as diferentes formas de aprendizado. Uma análise realista e consciente de quais são suas maiores dificuldades e facilidades é essencial para o sucesso em aprender nova língua. Como aprende melhor lendo, escrevendo, ouvindo, dançando, cantando? Existem muitos tipos de inteligência, reconhecer a sua facilitará todo o processo. Nada de dar murro em ponta de faca!

Tenha um propósito

Estamos falando sobre pro-pó-si-to e não sobre meta e nem objetivo. “Quero aprender inglês para o meu trabalho” é um objetivo resultado de um trajeto não tão simplório. Se não achar um propósito profundo para aprender inglês, o processo será tedioso, sem animação.

Um empresário brasileiro, quando adolescente, amava futebol. Um dia ele comprou uma revista na banca de jornal chamada Time. Mas, ao abrir a publicação, não entendeu absolutamente nada. Então procurou quem explicasse o assunto e alguém o informou que não se tratava de times de futebol e sim que era uma revista americana. Foi então que ele iniciou seu propósito: vou aprender inglês para ler esta revista. Isso ocorreu na década de 50, no Ceará. Aprender inglês abriu diversas portas para ele no âmbito profissional. Sua obstinação foi responsável pelo seu sucesso. Hoje ele é um renomado empresário brasileiro.

Troque experiência

Decidir e esclarecer seus motivos, pesquisar bem, organizar sua vida e executar. Peça conselhos às pessoas que foram bem sucedidas em aprender inglês, pesquise na internet, aprenda diferença entra o marketing inteligente das escolas e qualidade real. Deste modo, encontrará uma melhor escola para as suas necessidades.

Esqueça sua idade, você só precisa ter vontade e achar um método que se adeque ao seu perfil. Ou então achar uma escola que se adapte às suas necessidades. Será que existe? Esteja pronto hoje ;)

Clique aqui e fique por dentro de nossa metodologia.

Contato

Connect With Us